Como usar o Pix? | RSP Contabilidade e Consultoria Eireli

Como usar o Pix?

Como usar o Pix?

Como usar o Pix?

O PIX é o mais novo meio de pagamentos e transferências desenvolvido pelo Banco Central para facilitar as transações financeiras.

Além de servir para compras e pagamento de contas, a expectativa do mercado é que o novo sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs, por ser gratuito e estar disponível a qualquer hora, sete dias por semana. A quantia cai instantaneamente.

Como funciona o cadastro no Pix?

Para fazer o cadastro, tanto pessoas físicas, como jurídicas, precisam ter uma conta transacional (conta corrente, poupança ou de pagamento) em um prestador de serviços financeiros, como por exemplo, um banco, uma fintech ou uma plataforma de pagamentos.

O registro vai acontecer nos próprios canais do banco no qual o usuário tem conta, como o internet banking ou o aplicativo. O cliente deverá informar à sua instituição financeira qual chave Pix vai querer usar para fazer o seu cadastro.

Ao definir a chave e dar o consentimento para fazer o cadastro, a instituição financeira envia a informação do cliente para o BC finalizar o cadastro em seu próprio sistema. Assim, bancos, fintechs e outras instituições financeiras serão intermediadores entre o BC e o consumidor final.

Para fazer o cadastro da chave e passar a usar o Pix, basta procurar pela seção “Pix” dentro do app ou internet banking do banco que você utiliza. Todas as instituições financeiras participantes são obrigadas, pelo regulamento do BC, a mostrar a nova opção no menu de suas plataformas.

Desde o início do cadastro, no dia 5 de outubro, a grande maioria das instituições também está mandando notificações para lembrar os usuários de efetuar o cadastro.

Como funciona o Pix?

O novo sistema funciona todos os dias da semana, 24 horas por dia. As operações poderão ser feitas:

  • entre pessoas;
  • entre estabelecimentos comerciais e pessoas;
  • entre estabelecimentos;
  • para entidades governamentais.

É possível, também, pagar taxas e impostos com esse novo método. Também, não há limite mínimo ou máximo para operações realizadas via Pix, ao contrário do que acontece com DOC ou TED.

O Pix, ainda, funciona como um método mais seguro de transferência. Para transferir dinheiro, não será necessário informar todos os dados do recebedor, como nome completo, agência, conta e CPF. Basta inserir uma chave Pix e pronto! Tudo sem nenhuma dor de cabeça para o consumidor.

Posso receber um Pix se eu não me cadastrei no sistema e não tiver uma chave?

Sim. Porém, para isso é preciso que você tenha conta em uma instituição que ofereça Pix. E para receber um Pix sem ter feito o cadastro no sistema, portanto sem a chave Pix, o recebedor precisa informar todos os dados da conta, assim como ocorre na TED ou no DOC, com conta corrente, CPF, agência, etc.

Sem uma chave Pix cadastrada, não é possível emitir o QR Code para receber pagamentos (veja mais sobre o QR Code abaixo).

A chave serve para identificar o recebedor de maneira mais prática e rápida, mas a tecnologia que envolve o novo sistema e o torna instantâneo não depende dessa chave para funcionar.

Assim, independentemente de o recebedor ter ou não chave cadastrada, se o pagador fizer a transferência usando Pix, o valor cai na conta do recebedor em até dez segundos.

Agora você já sabe como se cadastrar no Pix!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTATO
WhatsApp chat