4 dicas de como abrir um negócio no ramo de alimentos | RSP Contabilidade e Consultoria Eireli

4 dicas de como abrir um negócio no ramo de alimentos

imagem

Você está pensando em abrir um negócio no ramo de alimentos, mas não sabe o que fazer? Vamos ver algumas dicas para você abrir um negócio de sucesso no ramo de alimentos.

Fique atento no modismo

Hoje em dia é muito comum que nos deixemos levar por modismos na hora de compramos alguma peça de roupa ou uma peça de decoração para nossas casas  por exemplo. Contudo, a impulsividade não é uma boa característica no mundo dos negócios.

Verifique se a tendência que você está observando tem chances de permanecer no mercado. O caso das paletas mexicanas, por exemplo, se tornou um aviso clássico de que devemos avaliar nossos investimentos com prudência.

Mas sabemos que você não possui uma bola de cristal. Por isso é preciso fazer muitas pesquisas e analisar bem como o mercado está se comportando, verificando o que está acontecendo em outros estados e, também em outros países.

Entenda a rotina

O ramo de alimento exige rotinas intensas. Dependendo do seu tipo de público alvo e do mercado, o estabelecimento precisará operar à noite, em fins de semana e feriados por exemplo. Por isso, é preciso ter certeza de que é isso que você deseja e que você encontrará funcionários capacitados para esse tipo de serviço.

Nesse sentido, terceirizar todas as funções as vezes não é a melhor opção, afinal, as pessoas gostam de ser atendidas pelo dono e de perceber que ele está presente, e também cuidando da qualidade do serviço. O contato direto com o cliente ajudará você a perceber o que deve ser aprimorado em sua empresa.

Saiba definir o ponto comercial

Avalie bem os locais na região em que você pretende instalar o seu negócio. Priorize onde há um grande fluxo de pessoas, como por exemplo, praças de alimentação, em galerias e shoppings, bancos, e outros.

É comum que essas regiões também tenham uma grande concentração de estabelecimentos do ramo de alimentação. Por isso, fique atento à concorrência e ao que você pode oferecer como diferencial.

Confira na prefeitura da sua cidade se o zoneamento do município permite que o seu negócio funcione na região. Afinal, estabelecimentos do ramo alimentício também necessitam da autorização da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros.

Conheça bem seu público

Cada estabelecimento possui um público alvo e esquemas específicos de trabalho.  Por exemplo, uma sorveteria, pode funcionar bem com self-service, e, apesar de se dar bem com dias quentes, já deixou de ser um negócio exclusivamente diurno.

restaurantes geralmente têm maior movimento no jantar, mas também podem funcionar bem no almoço. E a pessoa que vende comida a quilo oferece mais vantagens para regiões comerciais, com grande fluxo de pessoas, que buscam por uma boa refeição a custos menores.

Entender as necessidades do seu público alvo é essencial para que seu negócio seja bem-sucedido e tenha uma boa quantidade de lucro.

 

Agora você já sabe onde começar na hora em que você for abrir seu negócio no ramo de alimentos.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTATO
WhatsApp chat